Comércio do Rio espera vender na Olimpíada estoque encalhado da Copa

Estudo divulgado hoje (7) pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL Rio) revela que o estoque de artigos temáticos encalhado da Copa do Mundo no comércio fluminense totalizou R$ 12,8 milhões no estado e R$ 5,7 milhões na capital fluminense.

De acordo com a sondagem, 52,8% dos varejistas do setor informaram que seus estoques de produtos com as cores da bandeira brasileira (verde e amarelo) estão 55% acima do estoque normal.

"A Copa foi um fracasso para o comércio pelo excesso de feriados, que tirou o foco do consumo, e pelo mau desempenho da Seleção Brasileira, que tirou o ânimo do consumidor. Então, o comércio ficou com muita mercadoria encalhada", informou à Agência Brasil o presidente do CDL Rio, Aldo Gonçalves. Ele lembrou que, naquela época, o país estava iniciando também o período de crise.

Por isso, a intenção do comércio é tentar vender na Olimpíada e Paralimpíada "pelo menos 80%" dos produtos encalhados, afirmou Gonçalves. "O comerciante é, antes de tudo, um otimista", acrescentou o dirigente lojista.

O encalhe inclui camisetas, cornetas, canetas, chinelos, canecas, bonés, chaveiros e camisas da seleção de futebol do Brasil, entre outros artigos.

O presidente do CDL Rio informou que a Olimpíada "é a última chance" para desencalhar esse material. Segundo ele, no período serão feitas promoções e liquidações. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos