ONU alerta para risco de abusos de menores refugiados

A ONU voltou hoje (8) a pedir aos países que não retenham refugiados e migrantes menores de idade em centros de detenção e que procurem alternativas para seu acolhimento.

"Um número surpreendente de crianças migrantes está detido nas fronteiras e exposto a sofrer abusos físicos por parte dos agentes do Estado", afirmou hoje em Genebra o alto-comissário para os Direitos Humanos da ONU, Zeid Ra'ad Al Hussein.

"É absolutamente vital que os Estados protejam os direitos de todos os migrantes e, especialmente, das crianças migrantes", disse ele Zeid, ao lembrar que muitas dessas crianças "sofreram um severo trauma e maus tratos que, em alguns casos, podem ser definidos como tortura, antes de abandonarem suas casas".

O alto-comissário disse ainda que as crianças que migram em grandes grupos "correm um risco maior de serem vítimas de violência durante a viagem, incluindo abusos sexuais nas mãos de traficantes e grupos criminosos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos