Paralisação de motoristas e cobradores prejudica 540 mil usuários em Guarulhos

A paralisação hoje (8) de cerca de 4 mil motoristas e cobradores impediu a circulação de 600 ônibus na cidade de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. A estimativa da prefeitura é de que 540 mil usuários sejam afetados ao longo desta sexta-feira.

Desde as 3 horas, os trabalhadores das empresas Campo dos Ouros, Vila Galvão, Urbana Guarulhos e as intermunicipais Vila Galvão Intermunicipal e Viação Atual cruzaram os braços contra o atraso no pagamento dos salários, que deveria ter ocorrido até ontem (7) - o quinto dia útil do mês.

De acordo com o Sindicato dos Condutores de Guarulhos e Região, as empresas alegam problemas financeiros para fazer os pagamentos, pois a prefeitura não teria repassado os valores do subsídio referente ao recolhimento do bilhete único. Além disso, a queda no número de passageiros diminuiu a receita dessas empresas, segundo o sindicato. As empresas de ônibus prometeram efetuar os pagamentos até as 14h de hoje.

Em nota, a prefeitura negou atraso nos pagamentos. "A prefeitura esclarece que os repasses estão em dia e que acontecem sempre na segunda semana do mês. Para minimizar os problemas causados pela paralisação, a prefeitura montou um esquema especial com micro-ônibus que prestam serviços na cidade. Trezentos micro-ônibus estão levando os passageiros dos bairros para a região central", diz o comunicado.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos