Três secretários pernambucanos reassumem mandato para votar neste domingo

Três secretários de estado de Pernambuco afastaram-se do cargo para reassumir o mandato parlamentar e votar no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, neste domingo (17), na Câmara dos Deputados. A exoneração do secretário dos Transportes, Sebastião Ignácio de Oliveira Júnior, foi publicada hoje (15)no Diário Oficial do Estado.

Os secretários André de Paula, de Cidades, e Danilo Cabral, de Planejamento e Gestão, foram exonerados ontem (14).

Dois dos secretários já haviam se manifestado publicamente sobre o processo de  impedimento da presidenta. Em nota, André de Paula, do PSD, afirmou que o impeachment é "providência jurídica legítima e adequada" e que a decisão é "medida dura, mas inevitável". Ele disse que estará em plenário para votar a favor da abertura do processo de impedimento da presidenta.

Danilo Cabral, do PSB, comunicou sua posição favorável ao afastamento da presidenta, antes mesmo de a legenda se declarar oficialmente favorável ao impeachment.

O secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras, também do PSB, não se exonerou. O suplente dele, Augusto Coutinho, do Solidariedade, postou mensagem nesta sexta-feira em uma rede social, manifestando-se a favor do afastamento de Dilma.

Exonerado hoje, Sebastião Oliveira, do PR, porém, não revelou seu voto. O partido está dividido na questão do impeachment: tem parlamentares contra e a favor. Dos 25 deputados federais de Pernambuco, estima-se que a maioria seja favorável ao impedimento da presidenta. Seis declararam voto contra e dois estão indecisos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos