Peru anuncia primeiro caso de Zika transmitido sexualmente

Da Agência Lusa

As autoridades peruanas anunciaram hoje (16) que o país registrou o primeiro caso de transmissão sexual do vírus Zika.

O ministro da Saúde do Peru, Anibal Velasquez, adiantou que depois de uma mulher ter contraído Zika, as autoridades investigaram se a doença poderia ter sido transmitida pela picada de um mosquito infectado na área onde ela vive.

Diante da inexistência de mosquitos infectados em sua residência, as autoridades decidiram realizar um teste de esperma do parceiro, que deu positivo, acrescentou o ministro.

O Brasil foi o primeiro país da América Latina onde o vírus foi detectado, no início de 2015, tendo registrado vários casos de microcefalia.

Na quinta-feira, a Colômbia anunciou os primeiros dois casos de microcefalia no país ligados ao Zika.

Entre 1º de janeiro de 2007 e 13 de abril de 2016, a transmissão do vírus Zika foi registrada em 64 países e territórios, sendo que 42 deles enfrentam desde 2015 o primeiro surto da doença, sem indicações anteriores de circulação do vírus e com transmissão contínua por meio de mosquitos.

O vírus Zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, provoca sintomas gripais benignos, mas pode estar também associado à microcefalia, doença em que os bebês nascem com o crânio pequeno e com déficit intelectual, assim como à síndrome de Guillain-Barré, uma doença neurológica grave.

O Brasil, o país mais afetado pelo surto de Zika, já notificou mais de um milhão e meio de casos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos