Quórum para votação do impeachment de Dilma é maior do que o de Collor

Iolando Lourenço - Repórter da Agência Brasil

Com 504 deputados no plenário, a sessão de votação da admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff já tem mais parlamentares que a sessão que aprovou a abertura do processo contra o ex-presidente Fernando Collor, em 1992.

Os 504 deputados que registraram presença no plenário hoje (17) representam 98,2% dos 513 inregrantes da Casa.

Em 1992, quando a Câmara tinha 503 deputados no total, 480 compareceram à votação do impeachment de Collor, 95,4% do total.

A votação será iniciada em instantes. Os 25 líderes de partidos da Câmara já se manifestaram na tribuna e encaminharam os votos de suas bancadas. Também tiveram direito à palavra os líderes da minoria, deputado Miguel Haddad (PSDB-SP), e do governo, José Guimarães (PT-CE).

 

<< Acompanhe ao vivo a sessão>>

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos