Aécio comemora impeachment e pede mobilização nas ruas e no Congresso

Ivan Richard e Iolando Lourenço - Repórteres da Agência Brasil

A aprovação do parecer pela abertura do processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff pela Câmara dos Deputados foi comemorada pelo presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). Pelas redes sociais, o tucano disse que o país vive um momento "grave", mas que a sociedade precisa se manter mobilizada porque, segundo ele, "a luta ainda não acabou".

"A vitória do impeachment é a vitória dos brasileiros e da democracia", disse Aécio. "Teremos dias difíceis pela frente, mas ao nosso lado está a Constituição e a solidez das nossas instituições. A luta ainda não acabou, é preciso manter a mobilização nas ruas e no Congresso. O pedido de impeachment agora chega ao Senado, e, mais uma vez, a força dos brasileiros haverá de fazer a diferença".

Derrotado por Dilma nas eleições de 2014, Aécio Neves argumentou que a aprovação, pela Câmara, da admissibilidade do parecer pelo afastamento da presidenta, mostra que "ninguém está acima da lei". "Vamos dar ao Brasil uma nova chance. Daqui para frente, todos os governos vão saber que ninguém está acima da lei, que ninguém é dono do país, nem do Estado, nem da democracia", disse em nota divulgada pelo PSDB.

Com o sinal verde dado neste domingo (17) pela Câmara dos Deputados para abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o futuro do mandato presidencial está agora nas mãos dos 81 senadores. Hoje (18), o processo será enviado ao Senado e no dia seguinte (19) lido no plenário da Casa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos