Presidente da Fiesp diz que resultado na Câmara terá efeito positivo na economia

Camila Boehm - Repórter da Agência Brasil

O presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, Paulo Skaf, disse que o resultado de ontem (17) na votação da Câmara terá efeitos positivos para a economia a partir de hoje (18). "Aliás, só pela expectativa de um bom resultado a bolsa de valores subiu significativamente e o dólar caiu", afirmou.

Segundo ele, o mercado já reagiu positivamente desde a semana passada com a perspectiva do resultado desse domingo, com a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Ele negou que haja um golpe em curso no país. "O governo do PT é que está dando, deu ou tentou dar um golpe na nação brasileira e não o processo de impeachment", acrescentou Skaf. Ele disse acreditar que o processo "está sendo respeitado passo a passo como determina a Constituição".

"Golpe é o que o PT está dando na nação com desemprego de milhões, com a economia acabada, com fechamento de lojas, de fábricas. Golpe é essa bagunça que aconteceu no Brasil por total desgoverno. Esse sim tem sido um golpe na nação", disse.

Skaf informou que espera que os senadores aprovem o processo de impedimento. "E assim a presidente terá de se afastar do cargo até o julgamento final no Senado federal", concluiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos