Liga de São Paulo diz que incêndio em alegorias pode ter sido criminoso

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo acredita que o incêndio que destruiu 50 alegorias no último domingo (24), na região do Anhembi, zona norte da capital, foi criminoso. O terreno onde estavam os carros alegóricos de 12 agremiações foi cedido pela Aeronáutica.

Em nota, a Liga informa que este foi o terceiro incêndio na área em um mês. "O que nos leva a crer que as ações foram criminosas e orquestradas por algum grupo que não quer a evolução do carnaval de São Paulo." No último dia 14, oito carros alegóricos foram destruídos pelo fogo.

Segundo a Liga, as alegorias tinham autorização para permanecer na área até o fim de junho, enquanto são feitas reformas e adequações em galpões das escolas de samba.

As alegorias que restaram serão retiradas nos próximos dias. "A Liga buscará o incentivo de parceiros para garantir apoio e suporte às escolas atingidas e começar a reconstruir ainda este mês as bases de todas alegorias que foram perdidas", diz a nota.

A Agência Brasil entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública, que ainda não se pronunciou a respeito das investigações sobre o caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos