Trabalhadores dos Correios fazem paralisação parcial de 24 horas

Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil

Funcionários dos Correios fazem hoje (27) um dia nacional de paralisação. De acordo com a Federação Trabalhadores em Empresas de Correios e Similares, a proposta foi aprovada ontem em reuniões promovidas em diversas partes do país.

Entre as reivindicações estão: o não fechamento de agências, o retorno do Correios Saúde e o pagamento da periculosidade aos motociclistas; a contratação de novos servidores e a promoção de novo concurso público, além de melhores condições de trabalho e o pagamento do sábado.

Segundo a federação, o indicativo aprovado é de um dia de interrupção das atividades, porém, ficou a critério dos sindicatos ou de cada empregado optar por parar somente pela manhã ou por algumas horas logo do expediente.

Por meio de nota, as agências informaram que operam normalmente em todo o Brasil. "A paralisação parcial que ocorre nesta quarta-feira não afeta o atendimento à população. Toda as agências estão abertas e todos os serviços disponíveis".

Levantamento parcial feito na manhã de hoje pela empresa indica que 96,37% dos funcionários trabalha normalmente ? o que corresponde a 113.472 empregados, número apurado por meio de sistema eletrônico de presença.

"Apesar de o movimento ser legítimo, a empresa considera a paralisação de hoje injustificada, uma vez que nenhum direito trabalhista foi retirado e que as negociações do acordo coletivo estão próximas."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos