Agência Brasil publica série O Caminho do Pódio com medalhistas brasileiros

Da Agência Brasil

A partir de amanhã (2), a Agência Brasil publica a série O Caminho do Pódio, que trará entrevistas com medalhistas brasileiros. São nove atletas que contribuíram com o esporte, levaram o nome do Brasil ao pódio olímpico e inspiram até hoje as gerações de campeões.
 

Giovane Gávio, ex-jogador e gestor de vôlei do Comitê Rio 2016

Giovane Gávio, ex-jogador e gestor de vôlei do Comitê Rio 2016Alex Ferro/Divulgação Comitê Rio 2016

Garra, dedicação, renúncia, desafio e superação. Essa é a tônica de praticamente todas as entrevistas. A série O Caminho do Pódio será veiculada diariamente e começa com o ex-jogador e treinador de vôlei Giovane Gavio, medalha de ouro em Barcelona (1992) e Atenas (2004) e gestor da modalidade no Comitê Rio 2016. Na sequência, o campeão mundial de hipismo em Atenas (2004), Rodrigo Pessoa, e a jogadora de vôlei Paula Pequeno, ouro em Pequim (2008) e Londres (2012).

O cavaleiro Rodrigo Pessoa, ouro no hipismo nos Jogos de Atenas em 2004

O cavaleiro Rodrigo Pessoa, ouro no hipismo nos Jogos de Atenas em 2004Divulgação/Comitê Rio 2016

As duas primeiras perguntas são comuns a todos os atletas e as demais exploram suas vidas, carreiras - e pós-carreiras - e opiniões sobre o esporte nacional.

"Fizemos um acordo de que ninguém iria ler nenhuma reportagem, nenhuma notícia e que focaríamos no que tínhamos que fazer, porque só nós o que estávamos passando ali", revelou à Agência Brasil um dos entrevistados.

Sobre o preparo dos atletas brasileiros e o investimento no esporte buscando resultados olímpicos, em um cenário em que o Brasil é o anfitrião, outro atleta trouxe o exemplo da China. "Enquanto isso, a China, por exemplo, se preparou praticamente por dez anos para os jogos de 2008, quando foi sede. E por que nós brasileiros não podemos começar a adaptar isso, já que a gente tem uma visão de estar entre os melhores países?".
 

A jogadora de vôlei Paula Pequeno, na ativa pelo Brasília Vôlei, foi ouro em Pequim (2008) e Londres (2012)

A jogadora de vôlei Paula Pequeno, na ativa pelo Brasília Vôlei, foi ouro em Pequim (2008) e Londres (2012)Cameron Spencer/Divulgação Comitê Rio 2016

A vitória, em uma das entrevistas, foi associada à garra e à determinação. "Acho que a garra foi determinante para que eu pudesse continuar, mesmo sabendo de todos os problemas que eu estava vivendo ali. Era acreditar até o final ainda na busca de pelo menos entrar no quadro de medalhas".

Descubra os autores dessas e de outras declarações emocionantes na série de entrevistas a partir desta segunda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos