No Rio, CUT celebra Dia do Trabalho com show na Lapa

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Central Única dos Trabalhadores (CUT) promove ato-show nos Arcos da Lapa pelo Dia do Trabalho

Show nos Arcos da Lapa comemora o Dia do Trabalho em ato promovido pela CUT do RioTânia Rêgo/Agência Brasil

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) comemorou o Dia do Trabalho hoje (1º) com um show, ao ar livre, na Lapa, no centro do Rio de Janeiro. O palco foi montado ao lado dos Arcos da Lapa e está recebendo, entre um show e outro, discursos de integrantes da CUT.

Segundo o presidente da CUT no Rio de Janeiro, Marcelo Rodrigues, além de celebrar o Dia do Trabalho, o ato deste domingo tem o objetivo de protestar contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, que está sendo analisado pelo Senado.

"Este ano, a gente vive um clima de golpe, um clima de incerteza. Então, é o ano de fazer um movimento mais forte, para além da comemoração. E, além de exigir direitos, é o momento de a gente denunciar o golpe em curso", disse Rodrigues.

Segundo o sindicalista, a CUT-RJ acredita que um possível governo de Michel Temer, caso o afastamento de Dilma seja aprovado, trará prejuízos ao trabalhador. "Temer já falou que quer privatizar tudo o que puder privatizar. É o PL 4330 [projeto de lei sobre mudanças no contrato de prestação de serviços terceirizados], aquele que rasga a carteira de trabalho voltando com força total", afirmou o presidente da CUT.

Um dos artistas convidados para o evento da CUT, o sambista Monarco disse que não se envolve em política, mas que gostaria de que Dilma terminasse seu mandato. "Para mim, ela não deveria sair. Meu coração pede assim. Eu sigo a ordem do meu coração", afirmou o sambista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos