São Paulo: PM entra em escola ocupada por estudantes desde a última quinta-feira

Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Militar entrou há pouco no Centro Paula Souza, ocupado por estudantes desde a última quinta-feira (28), para permitir o acesso dos funcionários ao local. Na noite de ontem (1º), a Justiça de São Paulo concedeu liminar para a reintegração de posse do prédio, onde funciona o órgão responsável por administrar o ensino técnico em todo estado.

Os estudantes protestam contra a falta de merenda e denúncias de corrupção nos contratos da alimentação escolar. Os jovens se recusam a deixar o local. Vários se sentaram no chão e gritam palavras de ordem contra a operação policial.

Os policiais passaram o prédio em revista e tiraram os jovens que estavam nos andares superiores do edifício. Os ocupantes permanecem, no entanto, no saguão do prédio fazendo frente a um pelotão armado com escudos e cassetetes.

A ação da PM está sendo acompanhada pelo secretário da Segurança Pública do Estado, Alexandre de Moraes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos