Grupos pró e contra impeachment trocam provocações na Avenida Paulista

Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

Grupos contra e pró-impeachment marcaram protestos hoje (9), ao mesmo tempo, na Avenida Paulista, em São Paulo. O grupo que defende o impeachment da presidenta Dilma Rousseff está concentrado na frente da sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), enquanto os que são contrários ao processo estão concentrados no Museu de Arte de São Paulo (Masp), distantes cerca de 280 metros um do outro.

Por causa disso, a Polícia Militar reforçou seu policiamento no local e estabeleceu dois cordões de isolamento para impedir que os grupos se aproximem. A Avenida Paulista também foi fechada para carros entre o Masp e a Fiesp, em ambos os sentidos.

Embora ambos os protestos ocorram de forma pacífica até o momento, houve muita provocação entre os grupos e momentos de tensão. Em um dado momento, no lado dos manifestantes contrários ao impedimento, uma mulher passou próxima ao grupo e gritou pedindo o impeachment de Dilma. Um rapaz fantasiado como a presidenta Dilma se aproximou da mulher e ela voltou a gritar pelo impeachment, mas poucos minutos depois ela se distanciou do grupo. Não houve agressão física.

No lado são a favor do impedimento, um manifestante ultrapassou a barreira policial e chutou algumas faixas que pediam o impeachment de Dilma. O grupo que defende o impeachment se aproximou dele, mas antes que acontecesse alguma confusão, policiais intervieram, seguraram o rapaz e o tiraram do local.

Houve também um momento em que os manifestantes pró-impeachment decidiram diminuir a distância entre os grupos, saindo em uma pequena caminhada da Fiesp em direção ao Masp. Eles então se aproximaram do cordão de isolamento montado pela PM no cruzamento da Avenida Paulista com a Rua Itapeva e gritaram uns contra os outros. Mas não houve confronto.

Neste momento, os manifestantes pró-impeachment voltaram a se reunir mais próximos à sede da Fiesp, onde cantam, tocam instrumentos, apitam e balançam as bandeiras do Brasil. Um grande boneco inflável da presidenta Dilma vestida como presidiária foi instalado na Avenida Paulista. Um palco foi montado em frente à Fiesp, onde teve início, por volta das 19h30, falas de apoio ao impeachment de Dilma.

No lado do Masp, manifestantes cantam e dançam quadrilhas. Eles carregam bandeiras de movimentos estudantis como União Brasileira dos Estudantes Secundaristsa, União Nacional dos Estudantes e União da Juventude Socialista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos