Operação no Complexo do Alemão busca suspeitos de matar policial de UPP

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Militar fez hoje (9) uma grande operação contra o tráfico de drogas no Complexo do Alemão, subúrbio do Rio de Janeiro, onde, nos últimos meses, policiais das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) instaladas na comunidade têm sido alvo de ataques.

A PM busca os responsáveis pela morte do soldado Evaldo Silva de Moraes Filho, 27 anos. Lotado na UPP do Alemão, o soldado morrem ontem (8), após ser baleado durante ataque de criminosos da facção Comando Vermelho, que controla o tráfico de drogas na comunidade.

A operação desta segunda-feira reúne militares das UPPs do Alemão, Nova Brasília, Fazendinha, Parque Proletário, Vila Cruzeiro, Fé e Sereno, Chatuba, do Grupamento de Intervenções Táticas das UPPs e do Setor de Inteligência da Coordenadoria de Polícia Pacificadora, além do Batalhão de Ações com Cães.

Um homem que estava com a tornozeleira eletrônica desligada desde abril foi preso na ação, após ser reconhecido pelos agentes por participação em pelo menos três ataques a policiais, um deles na semana passada, também no Alemão. Um adolescente de 16 anos foi apreendido na localidade do Bulufa. Considerado foragido da Justiça, o jovem é suspeito de participação em ataques a policiais e envolvimento com o tráfico de drogas.

Do início de 2016 até agora, 163 policiais foram baleados e 35 mortos no Rio. Do total de militares baleados, 58 foram atingidos em áreas com UPPs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos