Cubanos fazem greve de fome no Equador

Da Agência Lusa

Dez cubanos em vias de serem deportados do Equador estão em greve de fome para exigir que sejam libertados, porque permanecem retidos há semanas sem que tenha sido executada a expulsão daquele país.

A Aliança Nacional Cubana no Equador confirmou na segunda-feira à agência de notícias EFE que o grupo, que se encontra num centro de acolhimento do qual não pode sair - são "péssimas as condições de higiene e alimentação" - iniciou uma greve de fome há cerca de uma semana.

Os cubanos, retidos naquele local há um mês e meio, pedem às autoridades de migração que se pronunciem sobre a sua situação, explicou fonte da Aliança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos