Obama faz visita inédita a Hiroshima, devastada pelos EUA na 2ª Guerra Mundial

José Romildo - Correspondente da Agência Brasil

Hiroshima - Memorial da Paz em Hiroshima, com o domo que resistiu à explosão da bomba atômica ao fundo. A bomba lançada pelos EUA durante a 2 Guerra Mundial devastou a cidade em 1945

Hiroshima - Memorial da Paz em Hiroshima, com o domo que resistiu à explosão da bomba atômica ao fundo. A bomba lançada pelos EUA durante a 2ª Guerra Mundial devastou a cidade em 1945Kimimasa Mayama/EPA/Agência Lusa

Barack Obama visitará Hiroshima, em maio, e será o primeiro presidente norte-americano a visitar a cidade japonesa devastada por uma bomba atômica lançada pelos Estados Unidos, em 6 de agosto de 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

Em comunicado divulgado hoje, a Casa Branca informou que Obama vai a Hiroshima acompanhado do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe. Durante a visita, Obama vai destacar o compromisso norte-americano de "perseguir a paz e a segurança de um mundo sem armas nucleares", informou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnet, no comunicado.

Em lados opostos durante a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos lançaram duas bombas atômicas de fissão nuclear sobre o Japão: em Hiroshima, onde 80 mil pessoas morreram imediatamente; e em Nagasaki, três dias depois, quando 75 mil pessoas morreram imediatamente. Milhares de japoneses morreram nos anos que se seguiram ao bombardeio, devido aos efeitos da radiação.

G-7

A visita a Hiroshima faz parte de uma viagem do presidente norte-americano ao Vietnã e Japão, de 21 a 28 maio. O objetivo da viagem, segundo Josh Earnest, é aumentar a presença diplomática e econômica dos Estados Unidos na região.

A viagem de Obama começará pelo Vietnã, onde se encontrará com autoridades para discutir a aprovação, ainda neste ano, da Parceria Transpacífico, que quer unir países banhados pelo Pacífico em uma agenda econômica e comercial comum.

No Japão, Obama participará da última reunião do G-7 durante seu mandato. O G-7 é o grupo de nações mais industrializadas e desenvolvidas do mundo, formado pelos Estados Unidos, Alemanha, Canadá, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos