Light amplia subestação Leme para atender a arena de vôlei de praia da Rio 2016

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

Em atendimento às recomendações do Comitê Olímpico Internacional (COI), a distribuidora de energia Light reforçou a capacidade da subestação Leme, que vai atender a arena de vôlei de praia, instalada na Praia de Copacabana. A estrutura tem uma quadra central para jogos, cinco para treinos e duas para aquecimento. As provas começam no dia 6 de agosto.

Com o reforço, a capacidade instalada da subestação subiu de 60 megavolt-ampere (MVA) para 80 MVA. "Isso beneficia cerca de 100 mil pessoas conectadas a essa subestação, porque você fica com mais flexibilidade operativa", disse hoje (11) o superintendente técnico de Alta Tensão da Light, Márcio Ridolfi.

Com dois transformadores de 40 MVA, a subestação poderá manter o fornecimento de energia caso um deles apresente problemas durante a operação.

A Light tem 34 subestações envolvidas diretamente nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O COI exige dupla alimentação de energia para cada local de competições. No caso da arena de vôlei de praia, há um circuito de distribuição que vem da subestação Leme e a outra fonte de energia são geradores.

O investimento total da Light para melhorias ligadas à Rio 2016 é de cerca de R$ 350 milhões a R$ 400 milhões, fora ações de distribuição complementares, segundo Ridolfi. O reforço das instalações do sistema elétrico será mantido após os jogos, como legado para a cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos