Contadores de histórias resgatam brincadeiras educativas em São Paulo

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

O resgate de cantigas de roda entre outros costumes quase que esquecidos nas brincadeiras das crianças fazem parte da 7ª edição do Boca do Céu, evento que até o próximo dia 21 reúne, na Biblioteca Mário de Andrade, no centro da cidade de São Paulo, e no Itaú Cultural, da Avenida Paulista, contadores de histórias do Brasil e de outros países. Entre os destaques do evento, que antecede à Virada Cultural, estão temas sobre a afrobrasilidade e a cultura indígena.

Quem foi hoje (14) ao Boca do Céu, deparou-se logo no saguão de entrada com crianças pulando corda, estimuladas por um orientador. Em um cantinho ao lado da entrada, outro grupo infantil aprendia a fazer chapéus de jornal com direito a adorno de papel crepom.

Um dos orientadores, o mineiro Adelsin, Adelson Murta Filho, da cidade de Adamantina e que trabalha com a cultura infantil, está lançando no evento o livro/CD Histórias da Menina da Rua da Ponte, com histórias montadas a partir de relatos de sua mãe, que está com 80 anos de idade.

"A minha participação neste evento é trazer as brincadeiras da região de Adamantina, que fica próximo ao Vale do Jequitinhonha e neste livro tem nove histórias que minha mãe ouvia quando criança. São fatos e também histórias do imaginário",resumiu ele.

Outro contador de história, Jeff Cuentero, da Costa Rica, e que mora há dois anos em São Paulo, levou para o Boca do Céu a sua técnica de atrair a garotada para temas que, normalmente, são áridos no currículo escolar como, por exemplo, no ensino de química, incluindo a tabela periódica, ou da matemática. O ofício, segundo explicou, começou de uma experiência pessoal. "Tive um professor tão ruim, tão agressivo que conseguiu me fazer desistir da faculdade física", disse, observando que gostava dessa matéria desde a infância.

A programação inclui ainda o escritor Daniel Munduruku , autor brasileiro de dezenas de livros, que tratam da recuperação e manutenção da cultura indígena.

O evento também tem uma programação na sede do Itaú Cultural e reúne atividades para todos os públicos, incluindo oficinas, debates, cortejos, narrações de histórias para escolas, crianças e adultos e rodas de contadores.

Entre os contadores nacionais, estão Francisco Gregório (Acre), Marcela Carvalho (Rio de Janeiro), Regina Alfaia (São Paulo), Marina Abib (São Paulo), Josiane Geroldi (Santa Catarina), entre outros. Já entre os nomes internacionais, estão Carolina Rueda (Colômbia), Geeta Ramanujan (Índia), Itah Sadu (Canadá), Julia Klein (Alemanha), Ludovic Souliman (França), Mariana Fernandez (Argentina), Michel Faubert (Canadá), Dominic Kelly (Inglaterra) e a convidada especial Bernadette Bricout (França).

A programação pode ser acessada por meio dos seguintes endereços: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bma/ e do instituto Itaú Cultural no site www.itaucultural.org.br

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos