Festival internacional de palhaços anima Brasília até domingo

Da Agência Brasil

Brasília - Palhaços brasileiros e de várias partes do mundo alegram a população do Distrito Federal com apresentações gratuitas em diversos pontos na 14 edição do Sesc Fest Clown (Elza Fiuza/Agência Brasil)

Brasília - Palhaços brasileiros e de várias partes do mundo alegram a população do Distrito Federal com apresentações gratuitas em diversos pontos na 14ª edição do Sesc Fest Clown (Elza Fiuza/Agência Brasil)

O Sesc Festclown chega em sua 14ª edição, em Brasília, trazendo alegria e sorrisos para a população da cidade. Reconhecido mundialmente, o evento traz apresentações de diversos profissionais da palhaçaria do país e do exterior. Os shows vão ocorrer no complexo da Funarte; no Parque da Cidade; na Torre de TV; na Feira do Produtor, na Ceilândia; na Praça do Relógio, em Taguatinga, e no Teatro Sesc Paulo Gracindo, no Gama. Os palhaços também se apresentarão em creches, asilos e no Hospital da Criança de Brasília.

O projeto, que surgiu para comemorar o Dia do Circo, reúne atualmente cerca de 135 profissionais da palhaçaria com profissionais de Israel, da Argentina, Alemanha, Colômbia, do Peru, Uruguai e de diversas regiões do Brasil.

 Brasília - O assistente da Coordenação de Ações Culturais do Sesc-DF e idealizador do projeto, Rogério Torquato, fala sobre festival internacional de palhaços, o Sesc Festclown. (Elza Fiuza/Agência Brasil)

Brasília - O assistente da Coordenação de Ações Culturais do Sesc-DF e idealizador do projeto, Rogério Torquato, fala sobre festival internacional de palhaços, o Sesc Festclown. (Elza Fiuza/Agência Brasil)

Segundo o assistente de coordenação de Ações Culturais do Sesc-DF e idealizador do projeto, Rogéro Torquato, o festival possibilita a troca de experiência entre os animadores da área. "Ele reúne grandes nomes da palhaçaria mundial, e isso traz qualidade ao evento, além de influenciar no crescimento e no reconhecimento dos atores. É uma oportunidade de intercâmbio para os profissionais de palhaçaria, que se encontram no Distrito Federal e podem apreciar os mestres em oficinas, se tornando melhores", disse.

Torquato disse ainda que a ida às creches, asilos e hospitais é importante para a vida das pessoas que estão nesses locais. "Queremos levar alegria e riso para as pessoas que ficam isoladas e não têm essas oportunidades. É importante para amenizar e alegrar a vida dessas pessoas", disse.

Além da programação tradicional, acontecerá o Festcloff, que reunirá pequenas apresentações de várias companhias com mediação de um mestre de cerimônias.

O festival prossegue até o domingo (15) com as apresentações a partir das 15h, com espetáculos de 30 em 30 minutos. A entrada é franca.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos