Carro policial é incendiado durante manifestação em Paris

Da Agência Lusa

Manifestantes incendiaram um carro da polícia durante confronto em um protesto contra a violência policial. A França passa por uma semana de manifestações contra a reforma trabalhista que está em andamento no país.

Manifestantes incendiaram um carro da polícia durante confronto em um protesto contra a violência policial. A França passa por uma semana de manifestações contra a reforma trabalhista que está em andamento no país. Yoan Valat/Agência Lusa/direitos reservados

Um carro da polícia foi incendiado hoje durante uma manifestação contra a violência policial, proibida pelas autoridades, perto da Praça da República, em Paris. Os dois agentes que estavam no interior da viatura conseguiram sair antes e sofreram apenas ferimentos leves.

O incidente ocorreu durante uma manifestação da polícia. Cerca de 300 pessoas contrárias ao protesto dos policiais gritavam "porcos assassinos" e "todos odeiam a polícia" e foram dispersados com gás lacrimogêneo.

Entre 100 e 150 pessoas que estavam a algumas ruas de distância da praça passaram por um carro da polícia e cerca de 20 delas começaram a bater no automóvel com barras de ferro. O grupo forçou os dois agentes que estavam no interior do veículo a saírem, segundo a polícia.

Depois disso, os manifestantes lançaram um coquete molotov dentro do carro, que pegou fogo. Ainda segundo a polícia, os dois agentes sofreram contusões leves. O carro ficou completamente carbonizado.

A poucos quilômetros dali, na Praça da República, centenas de polícias à paisana convocados por seus sindicatos protestavam contra as agressões sofridas por mais de 300 agentes, em fevereiro, durante manifestações contra a reforma da lei trabalhista.

Após os atentados terroristas de 2015, a popularidade da polícia aumentou, mas confrontos durante manifestações em 2016 deixaram a população descontente em relação à força policial.

Os agentes se dizem "usados" para tarefas que são impostas pelo estado de emergência, decretado após os ataques de 13 de novembro e prorrogado por duas vezes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos