Beltrame solicita efetivo militar para reforçar policiamento no Rio

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

rio2016_banner

 

O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, vai solicitar ao governo federal efetivo militar para reforçar o policiamento em locais estratégicos durante as Olimpíadas e Paralimpíadas. Ele se reuniu nesta tarde (19) com o Ministro da Defesa interino, Raul Jungmann. O número de militares e os locais não foram divulgados. O pedido deverá ser feito pelo governador em exercício Francisco Dornelles ao presidente interino, Michel Temer. Beltrame mostrou-se tranquilo em relação à segurança dos Jogos, mas manifestou preocupação com o período pós-Olimpíadas.

"Nas Olimpíadas, já temos certeza de que teremos apoio total de vários ministérios e das várias polícias e acredito que vai transcorrer normalmente. Mas também tenho que ter preocupação com a segurança pública da cidade, do cidadão e que, depois que termina o evento, todo esse apoio vai embora", disse. "Com os episódios do aumento de criminalidade e essas outras situações, cabe ao estado resolver através de mudança de estratégias operacionais. A Olimpíada vai embora e a população fica".

O ministro informou que uma brigada com 3 mil homens do Exército, de Santa Catarina e de Minas Gerais, está na cidade à disposição para qualquer emergência. Jungmann disse que a cidade está pronta, do ponto de vista da segurança, para receber as Olimpíadas "e fazer delas um marco para o reconhecimento da imagem do Brasil no exterior e dos brasileiros". "E os cadernos de compromissos da Defesa estão em dia, com andamento absolutamente regular e acredito que daremos uma grande contribuição para que as Olimpíadas transcorram com tranquilidade de paz", disse.

O Exército disponibilizará cerca de 15 mil militares como força de contingência que estarão a postos para uma emergência durante o evento. Raul Jungmann disse ainda que pretende ficar no Rio durante o início e o término dos Jogos e vai propor aos demais ministros diretamente envolvidos com o evento que se desloquem para a capital fluminense no início das competições e no encerramento.

Nesta manhã, Jungmann declarou que 2 mil agentes da Força Nacional atuarão no Rio durante os Jogos. O contingente será necessário para completar o total de 9,6 mil homens da Força Nacional previsto no planejamento da segurança na Rio 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos