Aviação russa ataca cidade síria pela primeira vez desde o início da trégua

Da Agência Lusa

A aviação russa iniciou hoje (22) uma nova série de ataques à cidade síria de Alepo. São os primeiros ataques aéreos desde a entrada em vigor de uma trégua parcial acordada entre os governos russo e norte-americano em 27 de fevereiro, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Aviões russos e sírios lançaram hoje 40 ataques contra a Estrada Castello. É a primeira vez que os aviões russos entram em ação em Alepo desde a trégua", afirmou Rami Abdel Rahmane, diretor do OSDH.

A Estrada de Castello, ao norte de Alepo, é vital para os rebeldes porque o abastecimento da parte da cidade que controlam é feito por este eixo. As forças do regime tentaram em várias ocasiões, mas sem sucesso, assumir o controle. Se conseguissem, os bairros rebeldes ficariam completamente cercados.

O cessar-fogo instaurado em 27 de fevereiro foi violado em 22 de abril em Alepo, onde cerca de 300 pessoas foram mortas nos combates.

A Rússia propôs na sexta-feira (20) aos Estados Unidos e à coligação internacional liderada por Washington lançar ataques aéreos em conjunto a partir de 25 de maio contra "grupos terroristas" ativos na Síria, segundo o ministro da Defesa russo, Sergueï Choïgou.

Segundo Choïgou, Moscou se reservava "o direito de lançar ataques, a partir de 25 de maio, contra os destacamentos de grupos terroristas e grupos armados ilegais que não respeitassem o cessar-fogo".

Segundo um porta-voz norte-americano, a Rússia retirou muito pouco das suas forças da Síria, desde a retirada parcial anunciada em março pelo presidente Vladimir Putin, e chegou a instalar uma nova base avançada perto de Palmira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos