Virada Cultural: jovens animam plateia com sarau na Praça Dom José Gaspar

Camila Boehm - Repórter da Agência Brasil

Criado em uma escola da zona leste de São Paulo, grupo Mesquiteiros se apresenta na Virada Cultural há cinco anos

Criado em uma escola da zona leste de São Paulo, grupo Mesquiteiros se apresenta na Virada Cultural há cinco anos Camila Boehm/Agência Brasil 

"Não precisa ser perfeito. Não precisa ser para sempre. Não precisa ser o maior de todos, desde que seja imenso. Aceito defeitos de várias espécies, menos a indiferença". O poema Procura-se um amor, de Adriana Falcão, foi o escolhido por Suyane Santos Santana, 18 anos, para sua apresentação no sarau do grupo Mesquiteiros, hoje (22), na Praça Dom José Gaspar, no centro da capital paulista, dentro da programação da Virada Cultural.

O público acompanhou atento os poemas recitados por Suyane e outros jovens e, após cada apresentação, se manifestava com aplausos, comentários e risadas. Até as 18h, a praça será palco de mais saraus.

O grupo Mesquiteiros existe há dez anos. Quem não os viu nessa Virada, pode aproveitar o evento Sarauzim, que ocorre no terceiro sábado de cada mês, no Centro Cultural da Penha, das 13h30 até as 15h30. Os jovens do grupo recitam poemas, mas o microfone é aberto para quem quiser chegar e recitar também.

O projeto começou na Escola Estadual Jornalista Francisco Mesquita, na zona leste, e é daí que vem o nome do grupo: Mesquiteiros. O criador, Rodrigo Ciríaco, 35 anos, era professor na escola e segue coordenando o trabalho até hoje.

"Agora eu estou mais adaptada, mas lembro que, quando comecei, eu mal conseguia ouvir minha voz. Então o Mesquiteiros me ajudou muito, fui perdendo a vergonha, melhorando", disse Suyane sobre sua participação nos saraus. Foi a primeira vez que ela participou de uma apresentação na Virada Cultural. "A gente nunca sabe o que vai acontecer. Foi ótimo, adorei. Foi minha primeira vez, sempre fico com muito medo, mas lá em cima [do palco] quero que as pessoas conheçam o poema que eu vou recitar."

Público acompanhou com atenção sarau na Praça Dom José Gaspar, no centro da capital paulista

Público acompanhou com atenção sarau na Praça Dom José Gaspar, no centro da capital paulistaCamila Boehm/Agência Brasil 

Bruna da Cunha Silva, 17 anos, faz parte do grupo há cinco anos, mesmo tempo que os Mesquiteiros se apresentam na programação da Virada.

"Sempre é uma descoberta nova, é sempre novo, porque não sabemos como as pessoas vão reagir, porque é um público diferente do que costumamos trabalhar. Nós trabalhamos mais com crianças, com o pessoal da biblioteca, e aqui é um pessoal diferente. Hoje foi bem legal, a galera ficou bem animada."

A programação completa da Virada Cultural está no site www.viradacultural.prefeitura.sp.gov.br.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos