Petroleiro morre ao cair de plataforma na Bacia de Campos

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O petroleiro Victor Geraldo Brito, 29 anos, morreu na tarde de ontem (22), na plataforma Cherne 2 (PCH-2), na Bacia de Campos, no norte fluminense. Auxiliar de movimentação de cargas da empresa RIP Serviços Industriais, a vítima caiu de uma altura de 12 metros e não resistiu ao impacto.

O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF) será representado pelo diretor Wilson Reis na comissão de investigação do acidente. Ele embarca nesta terça-feira (24) para a unidade marítima, de modo a acompanhar as causas do acidente.

Petrobras

De acordo com o Sindipetro-NF, as vítimas mais frequentes da insegurança do trabalho nas plataformas de petróleo são os petroleiros terceirizados que prestam serviço à Petrobras.

Em nota, a Petrobras informou que Victor Geraldo Brito caiu do convés da plataforma e recebeu imediatamente os primeiros socorros na própria unidade marítima, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a empresa, foi instaurado procedimento interno para apurar as causas do acidente e todos os órgãos envolvidos foram informados da ocorrência.

Na nota a Petrobras manifesta respeito e condolências à família do trabalhador e disse acompanhar as ações de suporte aos familiares. A companhia reitera seu compromisso com a segurança de suas operações e "empenhará esforços na investigação das causas do acidente e no reforço às medidas preventivas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos