CPI do HSBC adia votação de relatório para amanhã

Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil

A sessão do Congresso Nacional que analisa vetos presidenciais desde a manhã desta terça-feira (24) provocou o adiamento para amanhã (25) da votação do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do HSBC no Senado. A nova sessão da CPI foi marcada as 8h30.

O relatório foi apresentado na semana passada pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), mas está pendente de votação para que a CPI seja encerrada. O texto de Ferraço sugere aos órgãos oficiais de controle e fiscalização que acelerem as apurações em curso sobre 8 mil brasileiros que teriam depósitos na filial do HSBC em Genebra, na Suíça. A principal suspeita é que o banco tenha ajudado os brasileiros a enviar dinheiro ao exterior sem declarar às autoridades brasileiras, o que configura evasão de divisas.

Os membros da CPI chegaram a receber dados referentes à lista com os nomes dos titulares das contas, mas as informações estavam criptografadas. O relator admitiu que a investigação dos parlamentares acabou limitada por falta de recursos para destrinchar as informações e apresentou parecer no qual não pede o indiciamento de nenhum envolvido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos