PUBLICIDADE
Topo

TRT pune Fundação Casa por atitude antissindical e reajusta empregados em 11,07%

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

24/05/2016 19h50

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região decidiu hoje (24), durante julgamento do dissídio coletivo dos servidores da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa), vinculada à Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, que a instituição deverá dar aumento de 11,07% aos empregados, que estavam em greve desde o último dia 7. O TRT estabeleceu o reajuste utilizando como referência o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O índice também será aplicado nos benefícios, como vale-alimentação, vale-refeição, auxílio funeral e auxílio creche dos servidores. Segundo a decisão, a greve dos servidores não foi abusiva. Os funcionários deverão voltar ao trabalho imediatamente, sob pena de multa de R$ 50 mil por dia de descumprimento. Foi determinada também a compensação de dias e horas não trabalhados, estabilidade por 90 dias e a não aplicação de penalidades aos trabalhadores. A Fundação Casa também foi condenada à multa de R$16 mil por atitude antissindical. Em nota, a instituição disse que irá recorrer da decisão. "A Fundação Casa, por orientação da Procuradoria-Geral do Estado de São Paulo, vai recorrer da decisão. Os funcionários da instituição deverão retornar ao trabalho imediatamente e compensar os dias não trabalhados durante a greve". A reportagem não conseguiu contato com o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança, ao Adolescente e à Família do Estado de São Paulo (Sintraemfa).