Tentativas de fraude aumentam 13,6% em março, mostra Serasa

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

As tentativas de fraude de identidade cresceram 13,6% em março, na comparação com fevereiro, segundo indicador mensal da empresa de consultoria Serasa Experian. No total, foram registradas 157 mil tentativas no mês de março.

Nesse tipo de fraude, os dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios ou obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos.

Em relação a março de 2015, houve queda de 14,1% nas fraudes. Os economistas da Serasa explicam a queda citando a recessão econômica, que diminui a busca por crédito pelo consumidor, o que também reduz os alvos potenciais para os fraudadores.

O segmento de telefonia foi o mais afetado, sendo responsável por 41,5% do total de tentativas de fraude identificadas em março. O setor de Serviços ficaram em segundo lugar no ranking, representando 30,4% do total. O terceiro segmento mais afetado foi o de bancos e financeiras, com 19,7% do total.

Para evitar roubos de dados pessoais pelo computador, a Serasa desenvolveu um teste de segurança que indica se o computador que o consumidor usa para fazer compras e pagamentos é seguro. O teste pode ser acessado pelo site.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos