Justiça nega habeas corpus e mantém preso ex-senador Luiz Estevão

Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 3a Região (TRF3) negou habeas corpus pedido pelos advogados de defesa do ex-senador Luiz Estevão e o manteve preso. A decisão foi confirmada pelo TRF3, mas ainda não foi publicada.

Luiz Estevão está preso desde março deste ano no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Ele foi condenado a 31 anos de reclusão pelos crimes de peculato, estelionato qualificado, corrupção ativa, uso de documento falso e participação em quadrilha ou bando.

A prisão de Luiz Estevão foi determinada pelo juiz federal Alessandro Diaferia, baseada na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que tornou possível a execução provisória de sentenças condenatórias de 2ª instância, mesmo que ainda não tenham transitado em julgado.

O ex-senador foi condenado pelo TRF3 em maio de 2006 por participar de um esquema de fraudes e desvio de recursos da União na construção do prédio do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região em São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos