Polícia usa bombas e gás lacrimogêneo em manifestação do MTST na Paulista

Da Agência Brasil

A Polícia Militar de São Paulo usou bombas e gás lacrimogêneo contra manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) que protestavam na Avenida Paulista. De acordo com os manifestantes, três homens e uma mulher foram detidos. A ação da PM começou após membros do MTST soltarem rojões na avenida.

Desde as 14h30 de hoje (1º), o MTST ocupa o saguão do prédio onde funciona o escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista, esquina com a Rua Augusta, na capital paulista. Eles disseram que protestam contra a suspensão de parte do programa Minha Casa, Minha Vida pelo governo federal.

Segundo o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, o movimento tem a intenção de permanecer acampado no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos