Polícia investiga denúncia de estupro de inglesa por taxista em São Paulo

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Civil de São Paulo investiga um estupro que teria sido cometido por um taxista contra uma inglesa de 27 anos, na capital paulista, na madrugada de sábado (4). O suspeito, um homem de 33 anos, foi preso em flagrante pela polícia no mesmo dia.

Segundo o delegado Clóvis Ferreira de Araújo, a polícia obteve todos os elementos necessários para autuá-lo em flagrante. "Existem indícios efetivos de autoria, além da materialidade que foi relatada pela própria vítima", disse Araújo.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher, que estava em um restaurante no bairro de Itaim Bibi, na zona oeste da cidade, por volta da 1h, pediu a funcionários do estabelecimento que chamassem um táxi. O restaurante pediu o serviço por meio do aplicativo 99Taxis. Segundo o depoimento da mulher, o taxista passou a assediá-la durante o percurso e desviou da rota até uma rua com pouca movimentação, a Filadelfo Azevedo, nas proximidades do Parque Ibirapuera, onde parou o carro e a estuprou.

Segundo a polícia, após o estupro, o taxista levou a mulher até a residência dela, em Moema, na zona Sul, cobrou R$ 60 pela corrida, e roubou de seu cartão de crédito a quantia aproximada de R$ 500.

Em depoimento na polícia, o homem, que não tem antecedentes criminais, disse que a relação foi consensual. A mulher, que não fala português, passou mal quando reconheceu o taxista na delegacia e precisou receber atendimento. Ela fez todos os exames periciais ontem (5), e a polícia espera que os laudos saiam em até 48 horas.

Em nota, a 99Taxis disse que está colaborando com a polícia e que bloqueou o motorista do sistema. "Por questões de segurança, já fizemos o bloqueio preventivo do motorista em questão. Além disso, vamos cooperar integralmente com as autoridades durante a investigação."

"Desde nosso início, há quatro anos, criamos várias soluções para tornar o sistema ainda mais seguro aos usuários: exigimos de todos os nossos taxistas a documentação da prefeitura, monitoramos as corridas e acompanhamos a avaliação dos motoristas, atuando sobre todas as reclamações", acrescentou a empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos