Picciani suspende edital que destinava R$ 150 milhões para esporte de rendimento

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

 

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, suspendeu um edital lançado em 11 de maio, que selecionaria projetos para o desenvolvimento de esportes de rendimento. O total de recursos disponibilizados seria de R$ 150 milhões. A decisão de suspender o edital foi publicada no Diário Oficial no dia 1º de junho, mas só repercutiu na imprensa hoje (7).

De acordo com o Ministério do Esporte, a suspensão foi determinada para reavaliação dos contratos firmados. "A medida está em conformidade com a decisão já anunciada pelo ministro Leonardo Picciani de reavaliar contratos e atos administrativos da pasta. A suspensão do edital não afeta a preparação dos atletas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016", disse a assessoria do ministério, em nota.

Segundo o ministério, o edital suspenso, que será reavaliado, prevê injeção de verbas para desenvolvimento do esporte por meio de uma série de medidas, como aquisição de equipamentos, viabilização da participação de atletas em competições nacionais e internacionais, realização de intercâmbios esportivos, treinamento e acompanhamento de atletas nas diversas etapas de seu desenvolvimento.

Poderiam participar da seleção entidades privadas sem fins lucrativos, como confederações esportivas. Cada projeto aprovado poderia receber até R$ 35 milhões para sua execução.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos