Conselho de Ética recebe pedido para desarquivar representação contra Jucá

Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), recebeu hoje (8) um recurso contra a sua decisão de arquivar a representação contra o senador Romero Jucá (PMDB-RR) por quebra de decoro parlamentar.

A representação foi feita pelo PDT em razão da divulgação, na imprensa, de áudios em que o senador conversava com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, sobre a necessidade de "estancar a sangria" provocada pela Operação Lava Jato e fazia planos de promover um "grande pacto nacional" para isso.

João Alberto decidiu arquivar a representação com base em parecer da advocacia do Senado, que apontou erros formais, como a falta da apresentação de documentos, testemunhas e sugestão de provas que poderiam embasar o processo.

Os senadores João Capiberibe (PSB-AP), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Telmário Mota (PDT-RR), Ângela Portela (PT-RR), Regina Sousa (PT-PI) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) assinam o recurso. Não há prazo para que João Alberto Souza submeta o recurso ao pleno do conselho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos