Dólar fecha abaixo de R$ 3,40, no menor nível em 11 meses

Wellton Máximo - Repórter da Agência Brasil

Em queda pela quarta sessão seguida, o dólar fechou abaixo de R$ 3,40 pela primeira vez em 11 meses. O dólar comercial encerrou a quarta-feira (8) vendido a R$ 3,37, com queda de R$ 0,079 (-2,29%). A moeda norte-americana está na menor cotação desde 29 de julho do ano passado (R$ 3,329).

O dólar operou em baixa durante todo o dia, mas a queda intensificou-se a partir das 12h. A divisa acumula queda de 6,7% apenas em junho e de 14,7% em 2016.

Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o dia foi marcado por forte alta. O Ibovespa, índice da Bolsa de São Paulo, subiu 2,26%, para 51.629 pontos.

As ações da Petrobras, as mais negociadas, tiveram valorização expressiva. Os papéis ordinários, com direito a voto em assembleia de acionistas, subiram 8,27%, para R$ 12,05. As ações preferenciais, que têm prioridade na distribuição de dividendos, saltaram 8,93%, para R$ 9,39.

Hoje, o Banco Central (BC) não interveio no câmbio para segurar a queda do dólar. Além do cenário interno, a cotação foi influenciada pelo cenário internacional. Os preços do barril do petróleo subiram para os maiores níveis desde em oito meses. O barril do tipo Brent fechou vendido a US$ 52,72, acima de US$ 52 pela primeira vez desde julho do ano passado.

A recuperação do preço do petróleo ajuda países exportadores de commodities (bens agrícolas e minerais com cotação internacional) como o Brasil. Com as exportações brasileiras mais caras, mais dólares entram no país, empurrando a cotação para baixo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos