Doze sobreviventes do acidente na Mogi-Bertioga continuam internados

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

Doze dos 21 feridos no acidente ocorrido quarta-feira (8) com um ônibus de estudantes na Rodovia Mogi-Bertioga permanecem internados em quatro hospitais da região. Dos cinco sobreviventes atendidos no Hospital de Clínicas de São Sebastião, três já tiveram alta, e apenas o estudante Daniel Silva Santos continua internado, informou a prefeitura. O estado de saúde de Daniel é estável.

Com traumatismo craniano, a jovem Gabriela Leite Braz teve de ser transferida para um hospital de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, onde está em recuperação na unidade de terapia intensiva (UTI). De acordo com informações da assessoria municipal de São Sebastião, Gabriela apresentou melhora.

Quatro universitários estão internados em Mogi das Cruzes, quatro, no Hospital Santo Amaro, em Guarujá, e dois, em Santos.

O acidente ocorreu por volta das 22h50 de quarta-feira, quando o ônibus fretado pela prefeitura de São Sebastião para o transporte de estudantes capotou no km 84 da Rodovia Mogi-Bertioga, entre o município de Biritiba-Mirim e de Bertioga, no litoral norte de São Paulo. O destino era São Sebastião e todos os passageiros voltavam para casa depois de uma noite de aula em universidades de Mogi das Cruzes.

Sepultamentos

Em São  Sebastião, foram sepultadas 11 das 18 vítimas do acidente na Mogi-Bertioga  Rovena Rosa/Agência Brasil

Em clima de forte comoção, foram sepultados na manhã de hoje os corpos de 17 dos 18 mortos, incluindo o do motorista do ônibus, Antônio Carlos da Silva. Ele foi enterrado em São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba. Parte dos demais sepultamentos ocorreu de forma coletiva, mas alguns dos corpos seguiram para diversos locais. Onze vítiimas foram sepultadas em São Sebastião.

O corpo da estudante Sônia Pinheiros de Jesus foi enterrado em São Paulo e o de Aldo Sousa Carvalho, levado para o Piauí; o de Guilherme Mendonça de Oliveira, para Itaquaquecetuba (SP); o de Janaína Oliveira Pinto, para Bituruna (PR); e o de Carolina Marreca Benetti, para Ribeirão Claro, também no Paraná.

No fim da manhã desta sexta-feira, o corpo de Daniel Bertoldo ainda estava no Instituto Médico-Legal de Guarujá, aguardando liberação para ser cremado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos