Exposição mostra resultado de interação de artistas com a zona portuária do Rio

Paulo Virgílio - Repórter da Agência Brasil

Durante cinco dias, no mês de maio, quatro artistas plásticos ficaram hospedados em um hotel da zona portuária do Rio, para um inédito processo de troca e convivência. Juntamente com o curador Marco Antonio Teobaldo, os artistas Dani Soter, Daniela Dacorso, Fabio Carvalho e Heberth Sobral fizeram dessa experiência um laboratório para a criação de obras fora de sua habitual "zona de conforto", interagindo com moradores e lideranças comunitárias da região e até com funcionários do próprio hotel.

O resultado dessa residência de curta duração pode ser visto na exposição Pensão Artística, aberta neste sábado (11), para convidados, na Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea, na Gamboa, um dos bairros da zona portuária. A mostra integra o Circuito Cultural Rio, idealizado pela prefeitura carioca, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, para a programação cultural dos períodos olímpico e paralímpico, que vai até o mês de setembro deste ano.

A transformação vivida por essa região da cidade influenciou o processo criativo dos artistas participantes do projeto. "Tivemos a oportunidade de vivenciar as mudanças urbanísticas da região, concentrando nossas percepções sobre as suas consequências na população local e nos milhares de indivíduos que nela transitam diariamente", conta  Marco Antonio Teobaldo. Segundo ele, o projeto surgiu de uma conversa sua com uma das artistas, Dani Soter. "Ela participou de um projeto parecido em Lisboa, chamado Pensão Ibérica. Resolvemos trazer para o Rio a ideia, adaptando-a à realidade carioca", diz o curador.

Colcha de Retalhos para uma Cama de Casal, de Dani Soter, é um dos destaques da mostraDivulgação/Assessoria da exposição Pensão Artística

Na performance Colcha de Retalhos para uma Cama de Casal, Dani Soter teve como proposta encontrar pessoas de passagem, desconhecidas ou não, dentro do quarto do hotel, em sua cama. Apenas uma pessoa foi atendida de cada vez e os encontros não tinham hora para terminar, acabando só quando os dois sentiam que não havia mais nada para ser dito e "costurado com os retalhos de roupas usadas".

Já em Retratos, Daniela Dacorso montou um estúdio fotográfico em seu quarto no hotel, onde trabalhou uma abordagem receptiva aos visitantes para colher algumas informações sobre o seu perfil - o que faz, onde vive, suas dificuldades e sonhos, entre outras questões. A partir dessas informações, os visitantes foram retratados, dando continuidade à pesquisa da artista sobre tipos comuns da cidade do Rio de Janeiro.

O artista visual Heberth Sobral usou bonecos Playmobil no seu trabalho para a exposiçãoDivulgação/Assessoria da exposição Pensão Artística

O artista visual Heberth Sobral propôs para a residência artística a construção de trabalhos tridimensionais com cenários sobre a realidade da zona portuária e o momento de transformação da área por causa de sua revitalização para os Jogos Olímpicos. Em Noticiário, os personagens são bonecos Playmobil, e os costumes locais são abordados em um simulacro de telejornal, editado pelo artista.

Ocupação Olympia, intervenção urbana idealizada por Fábio Carvalho especialmente para o projeto, consiste na criação de uma série de obras em papel, que remetem à azulejaria portuguesa, com desenhos alusivos a atletas. A obra faz referência ao histórico de ocupação portuguesa do bairro da Gamboa, onde ainda existem imóveis antigos com azulejos nas fachadas.

Inaugurada em 2010, a galeria onde ocorre a mostra fica no casarão do século 18 que abriga o sítio arqueológico do Cemitério dos Pretos Novos. Nesse local, eram enterrados, até meados do século 19, os chamados "pretos novos", escravos recém-chegados ao Brasil, que, debilitados pelas longas viagens em condição sub-humana nos navios negreiros, morriam pouco depois de chegar ao país.

Segundo Teobaldo, a história da região portuária, profundamente ligada ao tráfico negreiro, também influenciou o projeto. "A nossa ideia foi fazer da arte contemporânea uma ponte entre o passado e o presente da região", disse.

A exposição Pensão Artística fica em cartaz até 9 de julho e poderá ser vista de terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e aos sábados, das 10h às 13h. A entrada é franca. A Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea fica na Rua Pedro Ernesto, 32, na Gamboa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos