Pelo Twitter, Temer lamenta atentado em Orlando

Andreia Verdélio - Repórter da Agência Brasil

O presidente interino, Michel Temer, lamentou hoje (12) o tiroteio na boate Pulse em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos. "Quero lamentar enormemente a tragédia nos Estados Unidos que vitimou dezenas de norte-americanos. Expresso a solidariedade brasileira às famílias das vítimas desse atentado", escreveu Temer em sua conta no Twitter.

Um homem abriu fogo na madrugada de hoje contra pessoas que estava na boate, voltada para o público LGBT. O atirador foi identificado como Omar S. Mateen, de 29 anos. Natural da cidade de Porto St. Lucie, na Flórida, e filho de paquistaneses, Mateen trabalhava como guarda de segurança e era cidadão norte-americano. Armado com um rifle tipo AR15 e uma pistola, ele fez reféns por cerca de três horas até que a polícia decidiu entrar no local e o matou o homem durante uma troca de tiros.

Pelo menos 50 pessoas morreram e 53 ficaram feridas. O chefe de polícia de Orlando, John Mina, classificou como "um dos piores tiroteios em massa na nossa história dos Estados Unidos."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos