Governo nomeia secretária da Igualdade e presidente da Fundação Palmares

Yara Aquino - Repórter da Agência Brasil

O presidente interino Michel Temer nomeou a desembargadora Luislinda Dias de Valois Santos para o cargo de secretária especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério da Justiça e Cidadania. A nomeação está publicada na edição de hoje (13) do Diário Oficial da União.

Reconhecida por lutar contra o preconceito racial, Luislinda Valois é considerada a primeira juíza negra do Brasil. Foi autora da primeira sentença de condenação por racismo no país, em 1993. A desembargadora criou, em 2003, o projeto Balcão de Justiça e Cidadania, com o objetivo de facilitar o acesso da população carente aos serviços judiciários. Em 2011, foi promovida, por antiguidade, a desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia se aposentando alguns meses depois. Filiada ao PSDB, Luislinda se candidatou ao cargo de deputada federal pela Bahia, em 2014, e não foi eleita.

O Diário Oficial da União de hoje também traz a nomeação do economista e administrador Erivaldo Oliveira da Silva para a presidência da Fundação Cultural Palmares. Erisvaldo Oliveira é mestre em economia do setor público e administração pública, especialista em planejamento estratégico e marketing e foi professor da Universidade Federal da Bahia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos