PF investiga desvio de remédios em farmácia de município de Mato Grosso do Sul

Da Agência Brasil

Um esquema de desvios de medicamentos e uso político da farmácia municipal de Naviraí, em Mato Grosso do Sul foi alvo hoje (15) de uma operação da Polícia Federal (PF) com o apoio do Ministério da Transparência. As irregularidades ocorriam na Gerência de Saúde do município e tinham a participação de agentes públicos.

De acordo com nota divulgada pela PF, as investigações tiveram como base fiscalização do ministério que apurou prejuízo inicial de mais de R$ 530 mil em perdas de estoque de medicamentos de um montante analisado de mais R$ 1,3 milhão. O órgão constatou também a "não apresentação de documentos, relativos aos processos licitatórios de aquisição de medicamentos, bem como a falta de documentação comprobatória de despesas realizadas".

"Foi constatado, ainda, a existência de pessoas beneficiadas por meio de distribuição direcionada de medicamentos e uso político da farmácia municipal. Gestores municipais especializaram-se em desvio de medicamentos e realização de gastos relacionados com a aplicação de recursos federais repassados pelo Ministério da Saúde", diz a nota.

A Operação Tarja Preta, uma referência a medicamentos de uso restrito distribuídos pela farmácia, envolve cerca de 100 pessoas, entre policiais federais e auditores do Ministério da Transparência. Estão sendo cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, 12 de condução coercitiva e dois sequestros de bens de investigados. As ações ocorrem nos municípios de Campo Grande, Naviraí e Três Lagoas.

A Agência Brasil ligou para a prefeitura de Naviraí, no telefone (67) 3409-1500, mas não conseguiu contato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos