Bombeiros dizem que vítima de desabamento pode estar respirando em bolsão de ar

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

São Paulo - Bombeiros procuram mulher soterrada nos escombros de Igreja da Assembleia de Deus que desabou na tarde de ontem (15) em Diadema, no ABC PaulistaRovena Rosa/Agência Brasil

As buscas por Vanda Maria Martins, de 54 anos, soterrada no desabamento de uma igreja na cidade de Diadema, Grande São Paulo, já duram mais de 20 horas. O Corpo de Bombeiros trabalha com a possibilidade de que Vanda esteja viva em algum bolsão de ar. "Temos relatos de pessoas que viveram até uma semana em desabamentos, não podemos deixar de acreditar", disse o tenente Rafael Marques. "Estamos liberando as partes superiores para ter acesso a um possível bolsão [de ar]", acrescentou.

A maior dificuldade dos bombeiros é a retirada de escombros, feita manualmente, já que as estruturas podem desabar com a entrada de maquinário mais pesado. "Nesse momento, a retroescavadeira não está dentro da estrutura colapsada, ela está retirando o material externamente", explicou o tenente.

Três cães farejadores foram usados durante 20 minutos na tentativa de identificar o local onde Vanda poderia estar soterrada. "Os cães sempre dão uma pista e a gente procura trabalhar onde eles apontam. Eles apontaram o mesmo local de ontem, de onde era o acesso [da igreja], no fundo", disse o coronel Roberto Filho.

Culto

Testemunhas contam que o culto na igreja Assembleia de Deus Madureira já tinha acabado às 15h de ontem, o que, de acordo com os bombeiros, evitou que a tragédia fosse maior. "Algumas pessoas ainda estavam reunidas no interior da igreja quando a estrutura ruiu. Senão a situação poderia ser pior", disse o tenente Rafael Marques.

No momento do desabamento havia cerca de 15 pessoas no local e algumas foram socorrida pelos próprios vizinhos. Os primeiros a serem resgatados pelos Bombeiros foram um menino de quatro anos chamado Davi e um rapaz. Na madrugada de hoje (16), às 4h, Ezequiel de 23 anos e Anderson de 44 anos foram socorridos e levados para o hospital de helicóptero. Eles sofreram fraturas nas pernas, tórax e na coluna, mas estavam conscientes.

São Paulo - Bombeiros fazem a retirada dos escombros manualmente, já que as estruturas podem desabar com a entrada de maquinário mais pesadoRovena Rosa/Agência Brasil

Anderson estava em dia de folga do trabalho e resolveu assistir ao culto, contou seu tio, o porteiro Marcos Antônio Nascimento. "Cheguei à noite e meu filho ajudou a tirar o Anderson, que estava soterrado. Eu quero saber como ele está", disse. Anderson, o irmão e um primo estavam juntos no culto, mas apenas Anderson resolveu ficar até o final e foi atingido.

"A mãe dele [do Anderson] passou mal, ficou nervosa, teve que ser levada de ambulância. Eu pensei o pior, porque olha o estado que ficou. É que já tinha acabado o culto, se estivesse lotado, seria pior, mais grave", lamentou.

Julinda Rodrigues da Silva é vizinha de Vanda, que ainda não foi encontrada. Ela conta que a amiga costumava frequentar outra igreja, mas naquele dia resolveu ir à Assembleia de Deus Madureira, bem mais próxima de sua casa. "Ela vinha aqui às quartas-feiras, mas só vinha às vezes", disse.

Vanda tem três filhos, sendo um deles cadeirante. Os filhos, que não quiseram falar com a imprensa, aguardam apreensivos do alto de uma casa vizinha novidades no trabalho dos Bombeiros.

Alvará

A prefeitura de Diadema informou que o local estava em obras, mas sem autorização da administração municipal. Uma notificação foi entregue à igreja na segunda-feira (13), determinando a paralisação da obra. A assessoria de imprensa informou que o imóvel tinha alvará para o funcionamento.

O advogado da igreja, Kaique Nicolau de Lima, disse ontem à Agência Brasil que a obra estava parada há cerca de duas semanas por determinação da própria igreja, devido à falta de autorização.

O delegado Miguel Ferreira da Silva visitou hoje o desabamento e disse que depende dos documentos de alvará e autorização das obras de reforma para iniciar a investigação. Ele informou que os responsáveis pela obra e pela igreja poderão ser penalizados, caso sejam comprovadas irregularidades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos