Em carta, Temer agradece dedicação e diz que Henrique Alves deixa legado

Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil

O presidente da República interino, Michel Temer, disse ao ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves, em carta, que a passagem dele pela pasta deixará um "legado longo", que poderá ser verificado durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Após pouco mais de um mês no cargo, Alves pediu demissão hoje (16) após ser citado na delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

Na carta, publicada por Henrique Alves no Twitter, Temer agradece a dedicação e lealdade do peemedebista. "Como companheiro de jornada dentro de nosso partido ao longo de décadas, quero registrar sua dedicação às causas que abraçamos, e nas quais continuamos acreditamos, para levar o Brasil aos rumos que merecem ser trilhados, para devolver esperança à população", diz trecho do documento.

Segundo Machado, Henrique Eduardo Alves teria recebido R$ 1,55 milhão em doações eleitorais com recursos ilícitos.

Ao apresentar o pedido de demissão a Temer, Alves disse acreditar que todas as denúncias contra ele serão esclarecidas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos