Laudo confirma que acidente elétrico em Manaus foi causado por linha de pipa

Bianca Paiva - Correspondente da EBC

A Eletrobras Distribuição Amazonas confirmou que o acidente um cabo da rede elétrica na periferia de Manaus que matou duas pessoas no começo de junho foi provocado por uma linha de pipa. Com base em fotografias e depoimentos de técnicos eletricistas, o laudo divulgado pela empresa diz que a linha rompeu um cabo de média tensão na comunidade do Sharp.

Além da morte do casal, o acidente deixou 14 feridos. Em nota, a Eletrobras disse que "cinco dos sete fios que compõem o cabo foram cortados, de forma que os dois fios restantes não suportaram a tensão do próprio cabo, causando o rompimento".

A empresa considerou três hipóteses para a ocorrência do acidente e o corte por linha de pipa ou papagaio é a mais provável. A nota explica que "essas linhas, muitas do tipo chilenas ou com cerol, podem, através da fricção, cortar o alumínio e reduzir a sua resistência mecânica, até que os fios restantes do encordoamento não suportem o próprio peso do cabo".

Também contribuíram para essa conclusão do laudo, segundo a Eletrobras, a presença de restos de papagaio de papel na rede de distribuição e a informação de moradores que afirmaram que pessoas brincavam com papagaio de papel no local na hora do acidente.

O caso ainda está sendo investigado pela Polícia Civil do Amazonas. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, quatro vítimas do acidente -  três crianças e um adolescente - ainda estão internadas no Pronto-Socorro da Criança da Zona Sul com quadro de saúde estável.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos