Demanda por transporte aéreo doméstico reduziu 7,8% em maio

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil

A demanda por transporte aéreo doméstico de passageiros registrou uma queda de 7,8% em maio deste ano, na comparação com o mesmo mês de 2015. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), este foi o décimo mês consecutivo de retração na demanda doméstica.

A oferta de assentos pelas empresas aéreas também registrou redução de 8,2% em maio, o que representa a nona baixa seguida do indicador. Ao longo do ano, a demanda doméstica acumulou queda de 6,6% no ano e a oferta acumulou redução de 5,7% no mesmo período.

A Avianca foi a única empresa aérea brasileira que apresentou crescimento na demanda doméstica em maio de 2016, quando comparada com o mesmo mês de 2015 (9,6%), segundo a Anac. As empresas Tam, Azul e Gol registram retração de 12,0%, 8,2% e 7,7%, respectivamente.

A Gol e a Tam continuam na liderança do mercado doméstico, com participações de 36,6% e 34,5%, respectivamente. A participação das demais empresas somadas foi de 29%.

A demanda do transporte aéreo internacional de passageiros das empresas aéreas brasileiras registrou queda de 12,0%, em comparação ao mês de maio de 2015, enquanto a oferta internacional apresentou redução de 4,8% no mesmo período.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos