Cameron diz que se mantém no cargo, independentemente de resultado de referendo

Da Agência Sputnik

"Vou simplesmente continuar meu trabalho. Possuo um mandato muito claro do povo britânico para exercer", diz David Cameron sobre o referendoArquivo/Agência Brasil

O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, declarou nessa sexta-feira (17) ao jornal The Times que pretende continuar no cargo, independentemente do resultado do referendo sobre a permanência do país na União Europeia (UE), marcado para 23 de junho.

"Vou simplesmente continuar meu trabalho. Possuo um mandato muito claro do povo britânico para exercer o papel de primeiro-ministro no governo conservador, bem como para realizar o referendo", destacou o chefe de Governo.

Cameron também disse estar certo de que ele é a pessoa mais indicada para lidar com as funções de negociador no diálogo com as autoridades da UE para a saída do bloco, caso essa opção seja a vencedora durante o referendo. No entanto, o primeiro-ministro reforçou mais uma vez a sua posição contrária à saída do bloco.

Esse será o terceiro referendo em toda a história do Reino Unido. Em 1975, os britânicos apoiaram a participação do país na Comunidade Econômica Europeia. Já em 2011, recusaram proposta de alterar o sistema de eleitoral nacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos