Reconstituição do caso do menino morto por PMs em SP será neste domingo

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil

A reconstituição do caso do menino Ítalo Ferreira de Jesus Siqueira, de 10 anos, morto por policiais militares no último dia 2 de junho será feita na noite de hoje (19), informou a secretaria de Segurança Pública. A simulação está marcada para começar às 19h30. 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso, requisitou o comparecimento dos envolvidos, como do menino de 11 anos, que também participou da ação e sobreviveu. Ítalo e esse amigo haviam furtado um carro na garagem de um condomínio no bairro Morumbi. Os policiais perceberam o furto e saíram em perseguição ao veículo, um Daihatsu Terios. Ítalo foi baleado pelos PMs e morreu no local.

Segundo versão da PM, Ítalo efetuou três disparos contra os policiais com uma arma calibre 38. A  Corregedoria apura a conduta dos policiais, pois o menino sobrevivente disse, em seu último depoimento, que não houve confronto com a polícia. Além disso, não foram encontradas marcas dos tiros que teriam sido efetuados pelo garoto. Segundo a PM, Ítalo fez os disparos com o vidro abaixado e fechou a janela antes de ser baleado. 

Os seis policiais envolvidos no caso estão mantidos em isolamento na sede da Corregedoria da Polícia Militar, à disposição para eventuais depoimentos. Segundo a secretaria, os PMs continuam afastados das ruas, mas não estão detidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos