Moreira Franco defende que governo ajude o Rio para evitar "mico internacional"

Vinicius Lisboa - repórter da Agência Brasil

"Creio que o governo do presidente Michel Temer não vai aceitar que nós brasileiros paguemos esse mico", disse Moreira Franco ao se referir à situação financeira do Rio Antonio Cruz/Agência Brasil

O secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos do Governo Federal, Moreira Franco, defendeu hoje (20) a ajuda financeira ao Rio de Janeiro, ao afirmar que o estado enfrenta uma situação particular por causa da proximidade dos jogos Olímpicos e Paralímpicos.

"Existe uma questão que distingue o Rio de Janeiro dos outros estados", disse o ministro, que lembrou que a competição começa em menos de 30 dias úteis.

Moreira Franco disse que a ajuda ao estado do Rio é necessária para garantir pagamentos, prestação de serviços e o cumprimento de compromissos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

"É necessário ajudar os servidores do estado do Rio, a população do estado do Rio de Janeiro, como também não podemos pagar esse mico internacional. [Temos] compromissos assumidos na gestão anterior que não foram cumpridos",  disse Moreira, que classificou a situação do estado de terrível.

"Creio que o governo do presidente Michel Temer não vai aceitar que nós brasileiros paguemos esse mico no momento em que a imagem do Brasil está muito ruim", afirmou. Ele acredita que essas circunstâncias "impõem uma atitude de governo federal".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos