Brasileiros prevêem inflação de 10,5% para os próximos 12 meses

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Os consumidores brasileiros prevêem uma inflação de 10,5% nos próximos 12 meses. A estimativa, da pesquisa Expectativa de Inflação dos Consumidores, realizada neste mês pela Fundação Getulio Vargas (FGV), é 0,2 ponto percentual superior à registrada no levantamento de maio (10,3%) e interrompe uma trajetória de três meses de queda.

A maior elevação da expectativa de inflação ocorreu entre os consumidores da faixa de renda mais baixa. Entre eles, a taxa cresceu 0,6 ponto percentual e chegou a 11,3%.

De acordo com a FGV, a leve alta de 0,2 ponto percentual está dentro da margem de erro estatístico. A interrupção da trajetória de queda pode ser efeito da taxa de 0,78% da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em maio e pelo grande aumento dos preços dos alimentos in natura.

Outro destaque dos dados é que os cariocas estimaram, na pesquisa de junho, uma taxa de inflação 0,7 ponto percentual acima do resultado de maio. A FGV acredita que isso tenha relação com a expectativa de aumento de preços durante os Jogos Olímpicos que ocorrerão no Rio em agosto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos