Reino Unido decide sair da UE e primeiro-ministro anuncia renúncia

Da Agência Sputnik Brasil

Com 52% dos votos a favor e 48% contra, o Reino Unido decidiu deixar a União Europeia (UE) depois de 43 anos. A escolha foi feita em um referendo histórico nessa quinta-feira (23), informou a BBC.

Com o resultado, o primeiro ministro David Cameron anunciou que pretende deixar o cargo em outubro. Segundo ele, o Reino Unido precisa de nova liderança.

"Penso que seria incorreto tentar ser o capitão que leva o nosso país para o seu próximo destino", disse Cameron à imprensa. Ele acrescentou que fará o possível para estabilizar o "navio" nas próximas semanas e meses. Esta decisão não é fácil, comentou o primeiro-ministro britânico mas, depois de um período de estabilidade, o país necessita de nova liderança, o que deve acontecer por ocasião do Congresso do Partido Conservador, em outubro.

Votaram pela permanência do Reino Unido na UE 62% dos escoceses, 55,8% dos norte-irlandeses e 59,9% dos londrinos. Em todas as outras regiões, o "sair" venceu.

A libra caiu para o nível mais baixo em relação ao dólar desde 1985.

O referendo não é vinculante, mas o primeiro-ministro David Cameron estará sob intensa pressão para implementar a vontade da maioria.

Nigel Farage, líder do Partido pela Independência do Reino Unido, comemorou a vitória e chamou o resultado de "dia da independência" do país.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos