UE exige que Reino Unido comece procedimento de saída o mais breve possível

Sputnik Brasil

Os líderes da União Europeia estão prestes a iniciar negociações sobre a saída do Reino Unido da união muito em breve, indica um comunicado conjunto do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk; do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker; e do presidente atual do Conselho da UE, o premiê holandês Mark Rutte.

"Estamos prestes a iniciar negociações com a Grã-Bretanha sobre as condições da sua saída da União Europeia", declararam os líderes das instituições europeias.

Eles destacaram que "até que o processo de negociações com o Reino Unido termine, este permanecerá membro da União Europeia ".

O chanceler francês disse que é preciso fazer tudo de modo rápido. "Não deve haver qualquer incerteza. É preciso que o governo britânico informe sobre a decisão oficial do povo britânico para que comecemos a implementar [as cláusulas] deste artigo [do Tratado de Maastricht]. [É necessário] para a unidade e estabilidade da Europa e do Reino Unido. É urgente, não convém perder tempo", disse Ayrault aos jornalistas antes da reunião de ministros da UE em Luxemburgo.

Por sua vez, o presidente da França, François Hollande, disse que lamenta os resultados do referendo britânico. "O Reino Unido não será mais parte da UE. Os procedimentos previstos pelo tratado serão realizados de forma rápida. As regras são estas, as consequências são estas", afirmou Hollande, em pronunciamento na televisão.

Ontem (23), o Reino Unido fez um referendo sobre a permanência do país na União Europeia. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos