Aliança do Pacífico se reúne no Chile

Da Agência Ansa

Em meio ao clima de divisão instaurado no mundo diplomático após o referendo que definiu a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), está sendo realizada no Chile a 11ª Cúpula da Aliança do Pacífico, a iniciativa de integração regional idealizada pelo Chile, a Colômbia, o México e o Peru.

Segundo o chanceler chileno, Heraldo Muñoz, existe "certa contradição entre o que ocorre na Europa e na América Latina", onde "estamos construindo uma integração pragmática, flexível e realista". "Recebemos ofertas concretas de diversos governos observadores e agora é preciso concretizá-las, em um momento em que parece reinar a desintegração, após o Brexit e o lamentável atentado na Turquia", acrescentou Muñoz.

O chefe da diplomacia chilena explicou que os países que formam a Aliança do Pacífico não pretendem dar lições para ninguém. "Mas, para nós, a integração econômica é inevitável e esperamos que o que acontece na Europa tenha um rumo distinto do que estamos vivendo agora".
 
No âmbito do encontro, será realizada hoje a Cúpula Empresarial, com a presença de 720 empreendedores.

O encontro termina amanhã, com um encontro entre Michelle Bachelet, do Chile, Ollanta Humala, do Peru, José Manuel Santos, da Colômbia, e Enrique Peña Nieto, do México. Também são esperados o presidente eleito do Peru, Pedro Kuczynski, e o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos